sábado, 11 de junho de 2016

G-17 Potengi

G-17 Potengi
Navio Tanque Fluvial

Lançamento: 16 de março de 1938
Incorporação: 28 de junho de 1938
Deslocamento: 594 ton (carregado).
Dimensões: 
54.5 m de comprimento,
7.5 m de boca
1.8 m de calado.
Propulsão: diesel; 2 motores diesel Krohout gerando 500 bhp, acoplados a 2 eixos com hélices de passo fixo.

Eletricidade: geradores diesel.
Velocidade: máxima de 10 nós.
Raio de Ação: 600 milhas à 8 nós.
Armamento: nenhum.
Sensores:  1 radar de navegação Furuno 3600.
Capacidade de Carga: 460 toneladas de óleo combustível
Código Internacional de Chamada: PWGY (PXGY)
Tripulação: 19 homens.

O Navio Tanque Potengi - G 17, é o primeiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, em homenagem ao rio homônimo que banha a cidade de Macaíba, no Rio Grande do Norte. Foi construído pelo estaleiro N.Y. Scheeps Boowert, em Merwede, Holanda. Foi lançado ao mar em 16 de março de 1938. Foi entregue a Marinha do Brasil em 3 de julho de 1938 no porto de Montevideo. Foi incorporado em 28 de junho de 1938. Naquela ocasião, assumiu o comando o Capitão-de-Corveta Armando Berfor Guimarães, que também foi o primeiro comandante do Monitor Parnaíba.

Compõe a Flotilha do Mato Grosso subordinada ao 6º Distrito Naval (Ladário).

Até 1996, era um navio-tanque, transportando até 460 toneladas de óleo combustível. Foi convertido em Navio de Apoio Logístico pela Base Fluvial de Ladário, passando a suprir as diversas necessidades dos outros navios da Flotilha em missão como água, gêneros alimentícios, combustível para aeronaves e óleo diesel. Constitui-se em um importante meio, pois permite que as demais unidades tenham seu raio de ação e período em missão fora da base estendidos.









Nenhum comentário:

Postar um comentário