domingo, 4 de outubro de 2015

Angra 1

Programa Nuclear  Militar
Historia Nuclear
Programa Nuclear Brasileiro













Angra 1




Situação atual: em operação
Nome da usina: Angra 1
Região: Angra dos reis
Estado: Rio de janeiro
Coordenada:
Latitude(graus, min., seg.) 23o 00’ 30" ” sul
Longitude (graus, min., seg.) 44o 28’ 26” oeste

Tipo de reator: Água pressurizada / pwr
Fornecedor do sistema: Westinghouse
Proprietário: Eletrobras eletronuclear
Operador: Eletrobras eletronuclear
Potência do reator
Térmica nominal :  1.882 mwt
Elétrica (bruta) nominal : 640 mwe
Elétrica (líquida) nominal: 609 mwe
Faixa operacional: contínua 80% -100%
Rendimento térmico: 34.2 % (temp. Água do mar 27˚c)

Características do núcleo do reator      
Material combustível: urânio enriquecido-uo2 
N° elementos combustíveis: 121
Quantidade de varetas combustíveis por elemento combustível:235
Enriquecimento inicial do combustível(média): 2.6 (wt%)
Enriquecimento do combustível norecarregamento: 4.0 (wt%) (atual)
Material do revestimento: zirlotm
Espessura: 0.535 mm
Inventário de urânio: 49,5 t u
Densidade média de potência do combustível: 37,9 (kw/kg u)
Densidade média de potência do núcleodo reator: 106,25 (w/cm3)
Potência linear média nominal das varetas: 17.6 (kw/m)
Irradiação final: 55.000 (mwd/t)

Método de carregamento     
Frequência de carregamento (projeto): aprox. 12 meses
Partes do núcleo retiradas: (elem. Combustíveis / fuel rods) aprox. 33%
Meios de controle de radioatividade:  burnable poison=boro silicato,
Barras de controle: 33

Sistemas da usina       
          
Vaso do reator (material básico): sa 533 grau a classe 2, sa 508 classe 2
Material do revestimento: aisi 304
Descrição do sistema primário: 2 "loops'
Numero de bombas do primário: 2
Pressão do primário: 157.1 (kg/cm2)
Refrigerante: h2o
Vazão através do núcleo: 35.958 (t/h)
Temperatura média: 302.7 (oc)


Gerador de vapor: 2
Tipo (substituição concluída em junho de 2009):vertical, tubos em “u” com anel de alimentação
Fabricante: areva (nuclep)
Modelo: sg 72w / d3
Material: sa-508 grau 3 classe 2
Tubos: inconel 690 tt




A primeira usina nuclear brasileira entrou em operação comercial em 1985 e opera com um reator de água pressurizada (PWR), o mais utilizado no mundo. Com 640 megawatts de potência, Angra 1 gera energia suficiente para suprir uma cidade de 1 milhão de habitantes, como Porto Alegre ou São Luís.

Nos primeiros anos de sua operação, Angra 1 enfrentou problemas com alguns equipamentos que prejudicaram o funcionamento da usina. Essas questões foram sanadas em meados da década de 1990, fazendo com que a unidade passasse a operar com padrões de desempenho compatíveis com a prática internacional. Em 2010, a usina bateu seu recorde de produção, fato que se repetiu novamente em 2011.

Esta primeira usina nuclear foi adquirida da empresa americana Westinghouse sob a forma de “turn key”, como um pacote fechado, que não previa transferência de tecnologia por parte dos fornecedores. No entanto, a experiência acumulada pela Eletrobras Eletronuclear em todos esses anos de operação comercial, com indicadores de eficiência que superam o de muitas usinas similares, permite que a empresa tenha, hoje, a capacidade de realizar um programa contínuo de melhoria tecnológica e incorporar os mais recentes avanços da indústria nuclear.  
Um exemplo disso foi a troca dos geradores de vapor – dois dos principais equipamentos da usina – realizada em 2009. Com a substituição, a vida útil de Angra 1 poderá ser estendida, permitindo que a usina esteja apta a gerar energia para o Brasil por décadas.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário