sábado, 1 de agosto de 2015

Ataques no sudeste do Iêmen deixam 6 militares mortos

Ataques no sudeste do Iêmen deixam 6 militares mortos. EFE/Yahya Arhab

Pelo menos seis militares morreram e mais de 50 se feriram em dois ataques nesta sexta-feira na província de Hadramaute, no sudeste do Iêmen, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

Supostos terroristas detonaram dois veículos carregados de explosivos perto de dois postos militares que pertencem à Brigada 135 de Infantaria do Exército do Iêmen, em Wadi Ser. Essa Brigada é vinculada a Primeira Zona Militar, controlada pelas forças leais ao presidente iemenita, Abdo Rabbo Mansour Hadi, exilado na capital da Arábia Saudita.

A fonte, que não descartou a possibilidade que os atacantes pertençam à rede terrorista Al Qaeda, explicou que os atentados foram seguidos de enfrentamentos entre os "terroristas", que acompanhavam os suicidas e os soldados dos respectivos postos.

Por outro lado, uma fonte militar disse à Agência Efe que o segundo ataque aconteceu contra o mesmo quartel militar. Segundo sua versão, um carro-bomba explodiu na entrada das instalações e posteriormente outro suicida conseguiu entrar com seu veículo e detonar os explosivos que transportava. Após as explosões, dezenas de criminosos em carros 4x4 começaram a disparar com fuzis automáticos e lança-granadas RPG antes de fugir.

A capital de Hadramaute, Al Mukalla, está sob controle da Al Qaeda desde o abril, quando combatentes do grupo terrorista lançaram um ataque aproveitando o vazio de poder que existe no país como consequência do conflito que os rebeldes xiitas e as forças leais ao presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi mantêm.

Fonte: EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário