terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Hermes 900 - Os novos Olhos da FAB

Hermes 900
Os novos Olhos da FAB

Comprimento: 8.3 M
Envergadura: 15 M
Peso bruto: 1100 Kg
Peso máximo descolagem: 300 Kg
Capacidade de carga: 300 Kg
Tripulação: 2 em terra


Motor: 1 x motores Rotax 914
Potência total: 115 HP/CV
Velocidade Maxima: 220 Km/h
Velocidade De cruzeiro: 112 Km/h
Autonomia carregado : 4500 Km
Autonomia máxima: 5500 Km.
Autonomia: 30 horas
Altitude máxima: 9144 Metros

Estrutura de material composto
Voo totalmente autônomo, com alto nível de controle 
Capacidade de cargas variadas
Aviônicos redudantes comuns da família Hermes
Sistemas da estação de controle de solo comuns da família Hermes
Alta mobilidade e rápida capacidade de manobra 
Capacidade de expansão do sistema e de novas funcionalidades
Sistema de rádio-enlace de dados (LOS)
Sistema de comunicação além da linha de visada (BLOS) - SATCOM 
Pouso e decolagem automáticos integrados


O Hermes 900 é uma aeronave não tripulada capaz de operar a grande altitude e durante largos espaços de tempo.

Ele é um desenvolvimento direto do Hermes-450, na medida em que utiliza um grande numero de componentes e sistemas de controlo utilizados por aquele modelo, mas também utiliza componentes do seu meio irmão maior o bi-motor Hermes 1500. O Hermes-900 utiliza o mesmo motor deste último.

Mais poderoso que o «450» mas bastante mais barato que o «1500», o «Hermes 900» foi pensado para forças militares com menos recurso-o financeiros, mas mantendo ao mesmo tempo uma capacidade considerável.

A principal vantagem do modelo «900» sobre o modelo «450» é a sua capacidade de carga, que chega a 300kg. O peso máximo à descolagem indicado é de 970kg, embora haja fontes que apontam um peso máximo à descolagem de 1100kg.

Já sobre o Hermes-1500, o modelo 900 tem a vantagem de ter um alcance maior e uma autonomia também maior, podendo voar de 36 a 40 horas.

O Hermes 900 dispõe de um sistema de aterragem automática, que lhe permite dirigir-se para a base, mesmo que a sua comunicação com o sistema de controlo se tenha perdido.


A Força Aérea Brasileira (FAB) adquiriu uma unidade da aeronave remotamente pilotada (ARP) Hermes 900 da israelense Elbit Systems, por meio de sua subsidiária no Brasil, a AEL Sistemas S.A. O contrato assinado em (14/03) inclui o suporte logístico e garantia de um ano do equipamento.

A compra foi fechada pelo Centro Logístico da Aeronáutica (CELOG) e está em negociação desde o ano passado. De acordo com o Chefe do CELOG, Brigadeiro do Ar Ricardo César Mangrich, o novo VANT, como é mais conhecido, chega ao Brasil no início de maio e estará pronto para uso durante a Copa do Mundo. A competição inicia em junho.

O novo aparelho será operado pelo Esquadrão Hórus (1º/12º GAV), que emprega na FAB o RQ- 450 Hermes desde 2011. Sediada em Santa Maria (RS), a equipe já começou o curso teórico de operação do Hermes 900.  A aquisição de um VANT da mesma “família” facilita o processo de adaptação ao novo equipamento. Tanto que a equipe vai operar o novo aparelho para pousos e decolagens a partir da mesma estação (shelter) usada atualmente. A aquisição também faz parte do plano de vants da FAB.

Novos recursos – Além dos recursos já conhecidos do RQ-450 Hermes, entre as principais vantagens operacionais do Hermes 900 está o SkEye. Trata-se de um conjunto de 10 câmeras de alta resolução que permitem a vigilância de uma região inteira. O software, que processa o conjunto de imagens, permite a visualização de maneira independente, o que permite monitorar dentro uma mesma área diferentes alvos simultaneamente. Cerca de 10 pessoas serão necessárias para operar a nova ferramenta. Este sensor que equipa o Hermes 900 comprado pelo Brasil até o momento estava disponível apenas para as Forças Armadas de Israel.

O VANT classificado como categoria 4, opera com comunicação via satélite. O link vai permitir que o aparelho voe muito além dos 250 km de distância do Hermes 450. Além disso, o VANT opera a 30 mil pés (mais de 9 mil metros de altura) e tem autonomia superior a 30 horas de voo, aproximadamente duas vezes mais que o RQ-450. As vantagens serão importantes aliadas no conjunto de ferramentas usadas pela FAB para o monitoramento eletrônico das fronteiras.
Nas Américas, o Hermes 900 é operado pelo México, Colômbia e Chile.







Nenhum comentário:

Postar um comentário