sábado, 18 de janeiro de 2014

FAB - Aviação de Transporte

FAB - Aviação de Transporte 

O Primeiro Grupo de Transporte foi criado no dia 5 de outubro de 1944, iniciando as suas operações com as aeronaves Douglas C-47 Dakota no Calabouço, atual Aeroporto Santos-Dumont, no Rio de Janeiro, sendo transferido no dia 19 de janeiro de 1948 para sua atual sede, a Base Aérea do Galeão, também no Rio de Janeiro. No começo de suas atividades, o 1º GT cumpria principalmente missões de lançamento de paraquedistas do Exército Brasileiro. No dia 17 de fevereiro de 1953, foi criado o Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1º GT), chamado de Esquadrão Gordo.



C-130 Hércules

FAB - Modernização Do A-1 AMX

Modernização Do A-1 AMX
O AMX International AMX, ou simplesmente AMX é um avião de ataque ar-superfície usado para missões de interdição, apoio aéreo aproximado e reconhecimento aéreo. Foi desenvolvido pelo consórcio internacional AMX Internacional. Na Força Aérea Brasileira, ele é designado A-1 (A-1A para a versão monoplace e A-1B para a versão de dois lugares). Com a modernização o A-1 passa a incorporar o M em sua designação na FAB, tornando-se então A-1M. Na Itália, ele tem o apelido de "Ghibli".

Matérias








FAB- VANT


Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT)

Um Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) ou Veículo Aéreo Remotamente Pilotado (VARP), também chamado UAV (do inglês Unmanned Aerial Vehicle) e mais conhecido como drone (zangão, em inglês), é todo e qualquer tipo de aeronave que não necessita de pilotos embarcados para ser guiada. Esses aviões são controlados a distância por meios eletrônicos e computacionais, sob a supervisão e governo humanos, ou sem a sua intervenção, por meio de Controladores Lógicos Programáveis (CLP).


FAB - Sensoriamento remoto

Sensoriamento remoto 
Sensoriamento remoto ou detecção remota ou ainda teledetecção é o conjunto de técnicas que possibilita a obtenção de informações sobre alvos na superfície terrestre (objetos, áreas, fenômenos), através do registro da interação da radiação eletromagnética com a superfície, realizado por sensores distantes, ou remotos. Geralmente estes sensores estão presentes em plataformas orbitais ou satélites, aviões e a nível de campo

Matérias


FAB - Alerta Aéreo Antecipado

Alerta Aéreo Antecipado
Alerta Aéreo Antecipado ou AEW, do inglês Airborne Early Warning, é um sistema de radares acoplados a um avião com o objetivo de detectar outros aviões, utilizado tanto para operações defensivas como ofensivas. A partir de elevadas altitudes, é possível distinguir entre aeronaves amigas ou inimigas a grandes distâncias.

Matérias

FAB - Helicóptero de ataque

Helicóptero de ataque
Helicóptero de ataque - é um helicóptero militar armado para atacar alvos em terra como, por exemplo, infantaria inimiga, veículos e construções.
O armamento usado em ataques de helicóptero pode incluir canhões, metralhadoras, foguetes e mísseis tele-guiados.
Atualmente, esse tipo de helicóptero é usado com três objetivos:
fornecer suporte aéreo direto e preciso a tropas terrestres (apoio aéreo aproximado);
destruir veículos blindados inimigos;
auxiliar helicópteros leves em escoltas armadas.

Matérias


FAB - Helicópteros

Helicópteros 
Os helicópteros têm utilizações militares e civis, como transporte de tropas, apoio de infantaria, apoio no combate a incêndios, resgate de acidentados nas metrópoles, operações entre navios, transporte de equipes para plataformas petrolíferas, evacuação sanitária, guindaste aéreo, polícia e vigilância de civis,(alguns helicópteros podem levar cargas que podem ser lançadas de paraquedas) etc.


FAB - Patrulha Marítima

Patrulha Marítima
Patrulha Marítima, desempenhada por aviões de patrulha marítima de longo raio de acção, com capacidade anti-submarina, normalmente baseados em terra

Matérias





FAB - Caça-Bombardeiro

Caça-Bombardeiro / Bombardeiro Tático 
O caça-bombardeiro (também chamado caça tático ou caça de ataque) é uma aeronave multifuncional, que tem a capacidade (ao menos teórica) de ser equipada tanto para combate ar-ar como para combate ar-superfície, geralmente interdição aérea. Muitos caças-bombardeiros também foram concebidos para se engajar em combate aéreo logo após atacar alvos terrestres, na chamada capacidade "swing role". As modernas aeronaves multifuncionais de combate são projetadas para realizar múltiplos tipos de missão, devido a restrições orçamentárias e à necessidade de versatilidade.

Matérias


FAB -Caças

Caças 
Caça - é um tipo de avião militar concebido para combate aéreo (com outros aviões) Os caças são relativamente pequenos, rápidos e muito ágeis, e foram equipados com sistemas de armamento e perseguição cada vez mais sofisticados para interceptar e atacar outros aviões, geralmente caças são supersónicos.

Matérias 


sábado, 11 de janeiro de 2014

EB - Helicópteros

 Helicópteros 
Os helicópteros têm utilizações militares e civis, como transporte de tropas, apoio de infantaria, apoio no combate a incêndios, resgate de acidentados nas metrópoles, operações entre navios, transporte de equipes para plataformas petrolíferas, evacuação sanitária, guindaste aéreo, polícia e vigilância de civis,(alguns helicópteros podem levar cargas que podem ser lançadas de paraquedas) etc.


HM-1 pantera (AS-565 Panther)



EB - Mísseis/Foguetes


Mísseis/Foguetes
 Os mísseis são armas de guerra muito importantes, são consideradas armas especiais por sua capacidade de ataque e destruição de alvos. Na guerra moderna eles são indispensáveis, pois desde que lançados de suas plataformas balísticas contra forças inimigas.

Matérias



EB - Carro de combate

Carro de combate
Um carro de combate (conhecido popularmente como tanque de guerra) é um sistema de armas que reúne em si, sob determinada prioridade sistémica, as 5 acções essenciais ao combate: Poder de fogo, Acção de Choque, Protecção, Mobilidade, e Informações e Comunicações.1 Possui com elemento do subsistema mobilidade, o trilho através do qual se desloca. Como armamento principal, possui uma peça de elevado calibre. Em inglês designa-se por Main Battle Tank (MBT). O termo "tanque" (ou no original em inglês, "tank") surgiu como um código criado por seus inventores, os ingleses, para disfarçar o projeto do primeiro carro de combate de seus inimigos à época, os alemães. É um veículo de combate blindado utilizado geralmente pela cavalaria de um exército, projectado principalmente para atacar forças inimigas com a utilização de fogo directo. Um carro de combate é caracterizado pelo seu armamento pesado e pela sua blindagem também pesada, tal como o seu grau de mobilidade que o permite atravessar terreno difícil a grandes velocidades. Embora os carros de combate sejam caros de operar e exigentes na vertente logística, são, ainda o elemento mais eficaz e letal na guerra de assalto terrestre e continuará a sê-lo num futuro próximo. Estão entre as armas de combate modernas mais formidáveis e versáteis, tanto pelo facto da sua habilidade para atacar contra alvos terrestres, tanto como o seu valor de choque contra a infantaria convencional.

Matérias


EB - Veículo Blindado


Veículo Blindado 
Um veículo blindado é utilizado para o transporte de tropas, Reconhecimento, Combate a infantaria entre outras utilidades. Ao contrário do carro de combate é mais leve e possui menos blindagem e armamento, geralmente apenas uma metralhadora de grande calibre, embora outras variantes também estejam equipadas com um canhão sem recuo ou um lança granadas-foguete.

Matérias


VBTP-MR GUARANI


M-113BR